segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

[Opinião] 'Carry On - A História de Simon Snow' de Rainbow Rowell


Quero começar por agradecer à editora Saída de Emergência pela cedência de um exemplar deste livro para opinião no blog. Rainbow Rowell é uma daquelas autoras de que mais gosto, por isso foi com enorme felicidade que recebi e li este livro. Muito obrigada.

Em Carry On, entramos na Escola de Magia de Watford, acompanhando o último ano escolar de Simon Snow. Para quem leu ‘Fangirl’ da mesma autora, o Simon Snow e o Baz não são totalmente estranhos, tendo já aparecido neste livro, embora apenas na fan-fiction da protagonista. Confesso que nessa leitura, a parte da fan-fiction foi o que menos apreciei, mas em Carry On conhecemos outro Simon e outro Baz.


O contexto em que decorre esta história, lembra em muitos aspectos o mundo mágico de Harry Potter, sendo que foi difícil fazer esta leitura sem partir para comparações óbvias entre as duas obras. Embora existam muitas semelhanças, ‘Carry On’ distingue-se pelas suas personagens.

Relativamente às personagens, achei que no inicio do livro as suas personalidades eram demasiado neutras. Achei-as monótonas e com características pouco vincadas, algo que melhorou com o decorrer da história, pelo menos com o Simon e o Baz, pois pouco foi aprofundado sobre as restantes personagens. 

Sem dúvida que o Baz se tornou na minha personagem favorita desta história! A lamentar o seu aparecimento tardio, mas os capítulos por ele narrados eram sempre algo a ansiar.

Tenho que aproveitar para felicitar a editora por ter a coragem de quebrar barreiras e publicar um livro com personagens principais LGBTQ. Estamos em 2018 e espanto-me com a escassez de livros no nosso mercado que se foquem nestas personagens enquanto protagonistas, não apenas como ‘o/a melhor amigo/a de’. 

Depois de algumas desilusões com Rainbow Rowell, posso dizer que a autora conseguiu surpreender-me pela positiva. Uma leitura para quebrar a rotina. 


2 comentários: